sexta-feira, 21 de fevereiro de 2014


« De vez em quando, aparece um tristeza, uma vontade de nada, de ficar sozinha e de desaparecer por um tempo... »

quinta-feira, 13 de fevereiro de 2014


« Eu não preciso de muita coisa. Para ser sincera, ultimamente só preciso de um abraço bem forte, daqueles que protege, que me faz sentir segura. »

quarta-feira, 22 de janeiro de 2014


« O meu "estou bem", significa que estou de pé, que estou respirando, andando, sentindo, mas não significa que estou feliz. »

« Sempre fui aquele tipo de pessoa que não faz falta a ninguém. »

« Confesso que preciso de sorrisos, de abraços, de chocolates, bons filmes, paciência e coisas desse tipo... »

sábado, 18 de janeiro de 2014

domingo, 22 de dezembro de 2013

Girl

« E se a saudade chegasse pelo ar como as ondas de rádio, em que lembrança sintonizarias a memória ? »

quinta-feira, 12 de dezembro de 2013

quarta-feira, 20 de novembro de 2013


« Às vezes precisamos de agir como se não nos importássemos. É melhor, dói menos. »


« A tua mensagem foi enviada... visualizada, ignorada, humilhada e esquecida com sucesso. »

« Aprende a ir embora da vida das pessoas, que elas irão aprender a dar-te valor. »

« Só existe uma coisa melhor do que um futuro brilhante: Esfregá-lo na cara de quem duvidou dele. »

quinta-feira, 18 de julho de 2013

« Quantas vezes te odiaste ? Odiaste-te por pensares que não eras boa o suficiente ? Que a capacidade, comparada com as "outras", era "nada" ? Quantas vezes ? Quantas vezes te achas-te gorda, feia... ? Quantas vezes te comparas-te com outras ? Quantas vezes te magoaste ao ver que eras a pior do "grupo" ? Quantas ? Quantas vezes choraste por seres o que não querias ser ? Quantas vezes te afastas-te só para não seres criticada pela tua maneira de ser ? Quantas vezes sorris-te falsamente para não te passares por coitadinha ? Quantas vezes disseste que não se passava nada e, na verdade, passava-se tudo ? Quantas vezes ? Quantas vezes te chamaram de tudo, incluindo puta, sem o seres ? Quantas vezes te deitaram abaixo ? E quantas vezes os ignoras-te ? Nenhuma certo ? Daí estares na maneira que estás. »

terça-feira, 7 de maio de 2013


« Ninguém sabe o verdadeiro eu. Ninguém sabe quantas vezes eu me sentei na minha cama e chorei, quantas vezes eu perdi a esperança, quantas vezes eu fui abaixo.
Ninguém sabe quantas vezes eu tive que segurar as lágrimas, ninguém sabe os pensamentos que me passaram pela cabeça sempre que estive triste, e como eles eram realmente horríveis.
Vês o meu ser sempre a sorrir, mas realmente nem sempre é assim... »

segunda-feira, 18 de março de 2013


« Todos nós passamos por momentos difíceis, e este é um deles. Só me apetece enterrar a cabeça na minha almofada e chorar até não poder mais, até adormecer e os meus sonhos se apoderarem de mim. É nestas alturas que realmente eu gosto mais, que os meus sonhos invadam os meus pensamentos, que me façam esquecer todas as dores e que me apaguem todas as memórias. Pois nestas alturas eu só quero esquecer tudo e fingir que nada se passou, fingir que é apenas um pesadelo... Mas não. A fim de perceber que não é apenas um mero pesadelo, e sim realidade, resta fazer apenas o mesmo de sempre: fingir que estou feliz. Fingir um sorriso... »

quarta-feira, 12 de dezembro de 2012


« Agarra-me. Puxa-me para ti e agarra-me com força. Se alguma vez te pedir para me largares, seja por que motivo for, agarra-me ainda com mais força. Beija-me. Se te negar um beijo, se te virar a cara, segura-me e beija-me com todo o teu amor. Diz que me amas. Se desviar o olhar e disser que não acredito, diz uma e mais uma vez, até eu acreditar. Com carinho. Se te pedir que vás, não vás, abraça-me e beija-me novamente. Sempre que fugir, corre atrás de mim. Não me deixes ir. Não me abandones. Não me deixes sozinha. Não me largues. Não me magoes. Não fujas. Não desistas. Não deixes de me querer. Não deixes de sonhar. Não deixes de acreditar. Mesmo que eu te diga para deixares de o fazer. »

sexta-feira, 30 de novembro de 2012



« Doí pensar que um " vai-te f*der " consegue ser mais sincero que um "  amo-te " hoje em dia, né ? A mim custa mas mais que isso, custa-me pensar que o " para sempre " se tornou num " até eu arranjar alguém melhor " , custa-me pensar que o facto de ser insubstituível e que ia ser amada para sempre é só mais um frase feita e que é todos os dias usada por milhões de pessoas. Mas depois há os outros , aqueles pobres inocentes iludidos que acreditam nessas palavras e que no fim acabam por se magoar mesmo talvez sem merecerem , mas este sofrimento só tem uma razão , uma palavra , 4 letras , AMOR , nada muito difícil de ler mas uma coisa IMPOSSÍVEL de explicar e de perceber , e quando eu digo impossível é mesmo impossível , mas pronto, uns sofrem e outros fazem sofrer , e vai ser sempre assim. »

quinta-feira, 29 de novembro de 2012


« Os chupas-chupas transformaram-se em cigarros, os inocentes transformaram-se em fdp, os tpc's vão para o lixo, os telemóveis usam-se na sala de aula, a suspensão torna-se detenção... O sumo passa a vodka, as bicicletas em carros, o amor transforma-se em curtes, raparigas transformam-se em vacas, rapazes transformam-se em tarados, beijos transformam-se em sexo. 
Lembram-se quando ser grande significava brincar no recreio ? Quando a proteção significava usar capacete ? Quando o ombro do nosso pai era o lugar mais alto no mundo e a nossa mãe era a nossa heroína ? 
Os nossos piores inimigos eram os nossos irmãos. As questões raciais eram sobre quem correu mais rápido, a guerra era apenas um jogo de cartas, e a única droga que conhecíamos era apenas o xarope para a tosse. Usar saia não fazia de nós putas. A maior dor que sentimos foi quando esfolamos os joelhos, e adeus apenas significava até amanhã. E não podíamos esperar para crescer, hoje se soubesse que iria ser assim, não crescia ! »

quarta-feira, 28 de novembro de 2012



« Um dia, cresces. Percebes que o amor é muito mais que beijos. Que os príncipes não existem e muito menos veem montados em cavalos brancos. Que a vida não é só sorrisos e bons momentos. Que tudo o que vai embora, não volta como dizem. Que toda a gente tem defeitos. Que palavras não são só palavras. Que uma camisola é muito mais que uma camisola quando possui o cheiro daquela pessoa. Que uma lágrima vale mais que um sorriso. Que uma história começa com um simples olhar. Que vais ser sempre julgado por alguém. Que uma música vale mais que mil palavras. Que tens de lutar pelas pessoas que amas todos os dias. Que toda a gente te vai desiludir. Que um beijo não é só um beijo. Que nada é para sempre. Que uma atitude pode mudar o teu destino. Que o " (...) e viveram felizes para sempre. ", não existe. Que as coisas não se resolvem só com um "desculpa". Que uma brincadeira pode acabar mal. Aprendes que haverá sempre um "e" ou um "mas" no final de cada frase porque isto ainda não é o ponto final. »

sábado, 24 de novembro de 2012



« O problema é que as pessoas dizem " amo-te " mas esquecem-se da mensagem de " Bom dia ", da mensagem de " Boa noite, estou com saudades ", esquecem-se de perguntar se está tudo bem, assim sabem, só por perguntar mesmo...
Esquecem-se do abraço sem pretexto, do presente fora da época, esquecem-se de dar atenção nos detalhes e isso. Fazem com que esse " amo-te ", perca o valor. Porque o amor não se alimenta de palavras e sim, de atitudes. »

quarta-feira, 14 de novembro de 2012



« É que eu tinha uma necessidade imensa de ser especial na vida de alguém. De ser aquela em que não saísse da cabeça dele, de que ele tivesse orgulho de dizer que "é ela a minha princesa”. Eu só queria ser lembrada e jamais esquecida. Queria ser a tal e não, mais uma qualquer. Queria que alguém planeasse um futuro comigo. Que pensasse em casar e ter filhos. Alguém que enxergasse além dos meus defeitos. Alguém que me percebesse.
Alguém que reconhecesse o valor que eu tenho. Só queria alguém que me amasse, sem vírgulas, sem reticências, sem etc, sem nunca ter um ponto final. »

« Uns dizem "amo-te", outros sabem amar... »

quinta-feira, 8 de novembro de 2012


« Eu sei como é segurar as lágrimas e só chorar quando o chuveiro está ligado para ninguém perceber. Eu sei como é começar a reflectir sobre a vida antes de dormir e certificares-te de que ninguém te está a ouvir para começares a soluçar. Eu sei como é sofrer tão dolorosamente que às vezes tu precisas fingir que vais à casa de banho, ou beber água  para apenas lavar o rosto e te recompores. Eu sei como é ter os olhos húmidos e aquele medo de não ser forte o suficiente para segurar as lágrimas quando estás em público. Mas às vezes não dá, não é ? Às vezes a dor no peito é tão grande que não consegues conter, e as lágrimas começam a escorrer pela tua cara. Também sei como é sentir aquele nó enorme na garganta, que te sufoca, até que cedes e choras. Ou sentares-te na cama, pegares na almofada e chorares tanto, mas tanto, que começas a perder as forças e adormeces. Como se o teu coração dissesse "Já sofreste demasiado por hoje, é altura de descansares." Acredita, eu sei como é isso tudo. »

sábado, 3 de novembro de 2012




« Certos namorados brigam dia sim, dia não. Na sexta amam-se, no sábado odeiam-se, no domingo fazem as pazes, na segunda prometem nunca mais se ver. São amores movido à adrenalina, que rendem bons versos e letras de música. Muito destes casais conseguem chegar ao altar e continuam entre tapas e beijos até às bodas de ouro. Brigam e voltam tantas, mas tantas vezes, que na verdade nunca se chegam a separar. Deixem que digam, que pensem, que falem. O amor é lindo. »

« Ela é louca, ri-se de tudo e faz palhaçadas. Ela saber ser séria, sabe ser fria. Ela é romântica, sentimental e apega-se facilmente. Ela apaixona-se por sorrisos, gosta de abraços apertados e de andar de mão dada. Ela gosta de gente que a valoriza, gosta de se sentir importante e mais ainda quando é mimada. Ela é uma rapariga difícil de lidar e é péssima em demonstrar o que sente. Ela importa-se, tem medo de perder e é muito ciumenta. Ela é um doce de menina, mas não a magoes que pode ficar amarga. Ela sou eu. »

« Dou bons conselhos, mas nunca os sigo. ;) »

sábado, 27 de outubro de 2012



« Não deites tudo a perder,
Mantém a postura correta
E ignora a cobardia
De quem pensa que te afecta. »

sexta-feira, 19 de outubro de 2012

segunda-feira, 8 de outubro de 2012


« Eu não consigo imaginar alguém a pensar em mim antes de ir dormir. 
Eu não consigo imaginar alguém nas nuvens, porque eu disse um "Olá" ou qualquer coisa assim. 
Não consigo imaginar alguém a sorrir para o computador, quando estamos a conversar.
Sei lá, só não consigo. »

domingo, 30 de setembro de 2012

sábado, 29 de setembro de 2012



« Crianças de 9 anos com piercings e, eu que nessa idade metias as tatuagens que vinham no bolicao e sentia-me rebelde ... »

quinta-feira, 27 de setembro de 2012


« Olhaste e sorriste.
Sorriste e Falaste.
Falaste e gostaste.
Gostaste e amaste.
Amaste e prometeste.
Prometeste e falhaste.
Falhaste e magoaste.
Magoaste e...
que se foda,
não és tu que sofres, né ? »

« Custa imenso quando sentimos falta de alguém e esse alguém nem sequer pensa em nós, não é ? Pois... »

« De que adianta ter a bunda empinada e o respeito caído ? » 

sábado, 22 de setembro de 2012



« Nenhuma chamada ? Eu entendo. Nenhuma mensagem ? Eu entendo. 
Mas quando tu me vires com outra pessoa... por favor, entende também. » ;)


« Já acreditei em finais felizes. Hoje em dia, acredito apenas em finais. »

quinta-feira, 20 de setembro de 2012


« Eu não sou bonita, não tenho o cabelo até ao rabo, não tenho um corpo perfeito, não uso maquilhagens nem saltos, não me drogo, não tenho um iphone e não sou super social. Mas sou eu, e continuo a ser alguém. »

domingo, 16 de setembro de 2012


« Na minha cabeça sempre foste o maior exemplo da perfeição. Mesmo depois de me iludires, de me magoares, de num dia me dizeres que me amavas e no outro dia eu nem existia para ti. Abandonaste-me vezes sem conta, mas eu corri sempre atrás de ti. 
O amor é assim, umas vezes belo, outras vezes ruim. »


« Eu beijo-te mentalmente e tu nem sabes... » 

...


- Eu já o esqueci.
- Olha uma bike !
- Ele adorava andar de bicicleta...

quarta-feira, 12 de setembro de 2012


« Eu não quero uma relação a sério: eu sou uma adolescente, eu quero alguém com quem eu posso agir como uma completamente idiota, alguém com quem eu possa ficar horas e horas a falar das coisas mais ridículas e estúpidas. Eu não quero jantares com os pais, eu quero jantares com lutas de comida onde eu faço pontaria para a boca dele mas acabo por lhe acertar no nariz e ele para se vingar acaba por me encher a roupa cheia de comida. Eu quero alguém que acabe as discussões apenas com beijos apaixonados. Alguém que saiba como me abraçar mas também alguém que saiba como andar à "porrada". Alguém que na praia, me molhe e logo a seguir me empurre para a areia para me dar um beijo. Eu quero alguém que me faça rir, que diga as piadas mais inteligentemente sem piada e que faça planos comigo que nunca se vão concretizar porque sinceramente, eu estou farta daquelas histórias em que a rapariga se apaixona pelo rapaz perfeito. Quem é que quer perfeição ? Eu quero aventura, eu quero perigo, eu quero alguém que teste a minha paciência todos os dias, que me tire do sério, que me desafie a toda a hora, mas também alguém com quem eu possa confiar e que possa contar todos os meus segredos. Alguém que passe o fim de semana inteiro comigo, a agir como se tivéssemos 10 anos... Agora está na altura de acordar, foi só um sonho. »

domingo, 9 de setembro de 2012


« Estás triste por causa de um desgosto de amor e não sabes o que fazer ? Eu acho que sei o que deves fazer. Luta, não pela pessoa que te fez sofrer porque essa de certeza não te merece caso contrário não te fazia sofrer. Luta sim por ti, Luta pela tua felicidade porque te garanto que mais tarde ou mais cedo vais conseguir ser feliz com alguém bem melhor que essa tal pessoa por quem choraste ! Todos nós cometemos erros na vida, pensa que essa pessoa foi só mais um, por isso não chores porque quando dás um erro ortográfico também não choras, às vezes até te ris. Por isso ri-te da idiotice da pessoa que te fez sofrer pois quem perdeu foi ela. :) Um dia chora ele por ti ! »