quinta-feira, 29 de novembro de 2012


« Os chupas-chupas transformaram-se em cigarros, os inocentes transformaram-se em fdp, os tpc's vão para o lixo, os telemóveis usam-se na sala de aula, a suspensão torna-se detenção... O sumo passa a vodka, as bicicletas em carros, o amor transforma-se em curtes, raparigas transformam-se em vacas, rapazes transformam-se em tarados, beijos transformam-se em sexo. 
Lembram-se quando ser grande significava brincar no recreio ? Quando a proteção significava usar capacete ? Quando o ombro do nosso pai era o lugar mais alto no mundo e a nossa mãe era a nossa heroína ? 
Os nossos piores inimigos eram os nossos irmãos. As questões raciais eram sobre quem correu mais rápido, a guerra era apenas um jogo de cartas, e a única droga que conhecíamos era apenas o xarope para a tosse. Usar saia não fazia de nós putas. A maior dor que sentimos foi quando esfolamos os joelhos, e adeus apenas significava até amanhã. E não podíamos esperar para crescer, hoje se soubesse que iria ser assim, não crescia ! »

1 comentário:

Carolina Almeida disse...

Tens toda a razão no que escreves-te amor não poderia concordar mais